Todos possuímos motivações e interesses diversificados, pelo que pretendo dar informação útil ao maior número de pessoas. Espero que por tudo isto e muito mais, considerem que vale a pena visitar Portugal de “lés a lés".
Sábado, 18 de Maio de 2013
ALGARVE

 

Viva o Algarve

Encontre aqui as melhores experiências que o Algarve tem para lhe oferecer.

São inspiradoras sugestões agrupadas por interesses para lhe proporcionarem momentos inesquecíveis. Conheça e desfrute o Algarve!


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 23:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 11 de Maio de 2013
ARMAÇÃO DE PERA

 

Originalmente uma pequena aldeia piscatória que recebeu o seu nome do equipamento de pesca (armação) usado na pesca do atum, Armação de Pêra é hoje uma famosa estância cosmopolita que atrai cada vez mais veraneantes às suas belas praias.

 


As águas tranquilas e a costa abrigada tornaram as praias desta zona muito populares entre as famílias. Os visitantes podem escolher entre as enseadas emolduradas por belas falésias, que se estendem no extremo ocidental da estância, ou os amplos areais que se prolongam até à Praia da Galé. Algumas das baías protegidas oferecem maior tranquilidade e também são acessíveis de barco, num dos muitos passeios que os pescadores locais proporcionam ao longo desta fascinante costa rochosa.

 

Armação de Pêra é uma estância muito animada, com inúmeras lojas, restaurantes e bares, muitos deles situados ao longo da avenida marginal em frente à praia principal. Como muitos deles estão abertos até de madrugada, este é um local muito frequentado durante a noite. Existem excelentes restaurantes de peixe com um sabor mais regional no bairro dos pescadores, junto à Praia do Pescador.

 


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 10 de Maio de 2013
ALBUFEIRA

Com cerca de 30 quilómetros de costa, o concelho de Albufeira foi presenteado com algumas das mais belas praias do Mundo. Trata-se de um magnífico Património Natural que tem sido defendido e preservado de forma equilibrada.
Albufeira é um dos concelhos do País com o maior número de Bandeiras Azuis, galardão que atesta a qualidade das praias em itens como a limpeza, as acessibilidades ou as águas. A beleza e diversidade da costa fazem de Albufeira um lugar único.


Na zona a Leste do concelho, entre a Ribeira de Quarteira e a bonita povoação piscatória de Olhos de Água, observa-se o desenvolvimento de uma magnífica falésia argilosa e de areias, cuja beleza se acentua no Barranco das Belharucas, tão procurada pelas aves que ali nidificam e que estão na origem do seu nome. Trata-se de uma zona de arribas altas, de tons vermelhos, castanhos e brancos, povoada no topo por um bosque de pinheiros, o que transforma a zona num local privilegiado para longas e relaxantes caminhadas.

Entre Olhos de Água e Santa Eulália, encontrará pequenas praias com recantos rochosos, pequenos algares e uma arriba de baixa altura, debruçada sobre o mar. Em Olhos de Água, os “olheiros” fazem as delícias dos visitantes. Os “olheiros” são nascentes de água doce que brotam do areal durante a maré baixa. Um fenómeno único, referenciado desde tempos antigos pelos árabes.

 

 

A partir da Praia da Oura até à Praia do Peneco, encontramos as praias mais frequentadas e mais próximas das zonas urbanas. Nesta faixa é também possível desfrutar de uma paisagem verdadeiramente interessante do ponto de vista morfológico, onde diversas formações rochosas se apresentam com formas majestosas e peculiares ao longo de uma plataforma rochosa, habilmente esculpida pelo mar. Certamente em tempos recuados, o nível do mar estaria bem mais acima, e este local corresponderia a uma zona batida pelas ondas, acabando por criar através da erosão, amplos passeios sobranceiros à linha de costa.



tags:

publicado por Carla Ribeiro às 22:34
link do post | comentar | favorito

MACEDO DE CAVALEIROS - Albufeira do Azibo

 

Macedo de Cavaleiros é um destino turístico no centro de Trás-os-Montes. Tem um notável património natural – área de Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo, Sítios de Rede Natura do Monte de Morais, dos Vales de Sabor-Maçãs, das Serras de Montesinho-Nogueira, do Romeu.

 

 

O lago criado com a construção da Barragem do Azibo propiciou condições para a prática de desportos náuticos não motorizados. Tem duas praias, sendo-lhe atribuído o galardão da Bandeira Azul desde há quatro anos consecutivos. Em breve disporá de campo de golfe e tem, a toda a volta, percursos pedestres sinalizados e ciclovia.

 

O local ideal para passar bons momentos em familia.


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 21:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 9 de Maio de 2013
VILA NOVA DE GAIA

 



 

 

Cidade importante na região norte de Portugal, sede de município, Vila Nova de Gaia situa-se frente à grande cidade do Porto, separadas pelo Rio Douro, mas unidas por diversas e históricas pontes que facilitam o acesso, a partilha de património, estilos de vida e complementaridade.



A localização na margem do rio Douro possibilitou a fixação de populações desde remotos períodos, pensando-se que as origens da cidade remontem possivelmente a um Castro celta, tendo sido também ocupada por Romanos (apelidada na altura de "Cale") e pelos Mouros, embora não por muito tempo.

 



O grande desenvolvimento da cidade de Vila Nova de Gaia dá-se no século XVIII, com a instalação dos famosos Armazéns do Vinho do Porto que já na época era uma muito importante indústria no norte do País. Hoje, Vila Nova de Gaia é o principal centro de produção do vinho do Porto, com o centro da cidade dominado pelos armazéns das marcas mais famosas, com mais de 50 companhias, alojados em edifícios de característicos telhados vermelhos. Uma visita a uma das muitas Caves aqui existentes é imprescindível para melhor conhecer e apreciar este prestigiado vinho, único no mundo.

Igualmente aprazível é a Costa da região, destacando-se diversas praias e bonitos panoramas.



Uma visita ao Cais de Gaia proporciona agradáveis momentos de lazer, nesta área turística de esplanadas, restaurantes e bares, com vista para a zona histórica da cidade do Porto, no local onde durante muitos séculos se localizou um porto fluvial de onde eram exportadas diversas mercadorias, nomeadamente o referido Vinho do Porto. Daqui partem hoje em dia os famosos Cruzeiros no Rio Douro, com destino à região do Alto Douro, onde toda a produção do vinho do Porto é adestrada.



A não perder é o Mosteiro da Serra do Pilar, com uma localização privilegiada, de onde se tem uma das mais belas vistas sobre a cidade do Porto. De facto, esta localização e vista excelente foi a escolha do Duque de Wellington para planear o seu ataque-surpresa às tropas invasoras Francesas, em 1809.

 


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 23:51
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 8 de Maio de 2013
O PORTO

 

O Porto é a Capital nortenha de Portugal. Com uma situação magnífica junto da foz do Douro e um conjunto arquitectónico de valor excepcional, o centro histórico da cidade do Porto é Património da Humanidade desde 1996.

Nos ultimos tempos foi reformada, restaurada e modernizada de certa forma, ainda que nada tenha sido feito para mudar a aparencia dos edificios e das ruas.

 

 

O seu centro historico, o Bairro da Ribeira foi declarado pela UNESCO como Patrimonio da Humanidade. Passar uns dias de turismo nesta cidade fará da tua viagem algo inesquecivel.

 

As pessoas locais, denominadas tripeiros, são muito amáveis e estão acostumadas a receber turistas.

O Porto divide-se em 15 zonas, e em cada uma delas poderemos encontrar actracções para disfrutar, para além de que, só o facto de caminhar pelas suas ruas antigas, dá-nos a conhecer a paisagem que é igualmente bela.

 

Os telhados coloridos, as esquinas decoradas, as paredes e as ruas que fazem com que caminhar pela cidade seja algo mais do que agradável.

O Porto tem uma grande quantidade de ruas, pelo que se queres percorrer a cidade não poderás faze-lo a caminhar. Se não contas com veículo proprio tens várias alternativas para utilizar meios de transporte público.

O Funicular Dos Guindais une o bairro com a Ribeira. Pelo que se queres chegar à margem do rio podes optar por este meio de transporte que, para além de te levar ao teu destino, te proporcionará uma agradável viagem.

Se queres reviver épocas da antiguidade podes dar um passeio de eléctrico. Apenas 6 veículos continuam em funcionamento na cidade. Mas se necessitas de te mover rápido, a melhor opção é um táxi.

 

Para fazer turismo pelo Porto não é necessário contar com demasiado dinheiro. As atracções, os restaurantes, os transportes todos têm um preço relativamente baixo. De igual modo que os hoteis e albergues. Dizem que os seus preços são os mais baixos de todo Portugal.

A Casa da Música


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 22:27
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 7 de Maio de 2013
PÓVOA DE VARZIM

Póvoa de Varzim é uma cidade costeira da Região Porto e Norte do País, situada numa planície costeira arenosa protegida a norte pelo Cabo de Santo André e muito influenciada pela bela costa atlântica.

 


Esta é uma região ocupada pelo homem desde há longos séculos, existindo vestígios da fundação de uma cidade fortificada por volta de 900 a.C., desde sempre com uma forte relação com o vasto mar.

 

 

Em inícios da Idade Média era uma pequena e pobre comunidade piscatória, tornando-se mesmo no principal porto de pesca do Norte do País em pleno século XVIII.

 

 


Já a partir do século XIX dá-se um grande desenvolvimento turístico que se tem mantido, nomeadamente através de importantes estruturas como o Casino e, claro, das muito apreciadas praias de areal com mais de 12km de comprimento.
O florescimento de diversas industrias, sobretudo do sector têxtil, proveram a cidade de nova força e desenvolvimento.

 



Apesar de todo o desenvolvimento e crescimento urbano, a Póvoa de Varzim orgulha-se da sua história, das suas tradições e do seu património, como se pode observar no interessante Museu Municipal de Etnografia e História, situado no Solar dos Carneiros do século XVIII e possuindo uma grande colecção sobre a original Comunidade Piscatória Poveira, ou no Pólo Museológico da Cividade de Terroso, uma das mais importantes estações arqueológicas Castrejas do Noroeste.

 


A Póvoa de Varzim orgulha-se dos seus monumentos ostentando legados patrimoniais como a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição do século XVIII; o monumental Aqueduto do século XVIII de 999 arcos que levavam água para o Mosteiro de Santa Clara em Vila do Conde; o Pelourinho do século XIX; a Barroca Igreja Matriz (século XVIII); o edifício dos Paços do Concelho do século XVIII ou a barroca Capela de Nossa Senhora das Dores.

 



Nos arredores da cidade encontram-se várias aldeias e lugares tradicionais, como São Pedro de Rates (que possui uma importante Igreja Românica dos séculos XI-XIII), Rio Mau ou Estela dona de um interessante conjunto arquitectónico, de casas coloridas conhecidas por “torres”, entre outros localidades que vale bem a pena conhecer.

 

 

 

 

 

 

A Póvoa do Varzim aposta nas energias renovavéis.


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 22:09
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Maio de 2013
CAMINHA

 

 

A Praia de Moledo do Minho é uma das imagens de marca do Concelho de Caminha, sendo muito frequentada uma vez que oferece todas as condições para gozar a época balnear em pleno.

 


Esta belíssima e agradável praia é uma das mais procuradas da região Norte, recebendo gente oriunda de todo o país, atraída pelos extensos areais e pelo mar, bem como pelas qualidades terapêuticas atribuídas à grande qualidade de iodo aí existente.
Para além da formosura natural, esta praia é bastante adequada e procurada para a prática de desportos náuticos.

 

 

Situada entre os Rios Lima e Minho, a Serra D’ Arga é dona de uma inestimável riqueza natural e humana, esta serra tem a beleza rude das pedras e da natureza imaculada.

 


Na serra podem apreciar-se campos férteis, águas puras, frescas e cristalinas, regos, quedas de água, piscinas naturais, encostas verdejantes, rebanhos de ovelhas e cabras, animais selvagens (coelhos, javalis, raposas e cavalos) e botânica variada – pinheiros mansos e bravos, carvalhos, castanheiros e cedros.

 



A beleza e a graciosidade dos trajes e rodilhas minhotas devem-se, em grande parte, aos seus magníficos bordados.

 


Na freguesia de Dem, esta arte mantém um saudável dinamismo. Grupos de mulheres dedicam boa parte do seu tempo a bordar os trajes que dão cor e alegria ao nosso folclore. Nas camisas, nas saias, nos aventais, nos coletes e nas algibeiras, reina a policromia. O vermelho, o preto, o azul ou o verde, são as cores que predominam nas vestes tipicamente minhotas. As saias são tecidas no tear, com lã de ovelha pintada. Os aventais são bordados com o ponto fada do lar e os coletes com linha de algodão e lantejoulas.
Como trajes característicos há a destacar os “fatos” de trabalho, de domingar, da feira, à lavradeira (da moda, de luxo, da festa), “fato” de dó, meia senhora, mordoma e de noiva.
Requintados e pormenorizados, ricos de tear e de enfeites bordados, são testemunhos vivos dos usos e costumes dos nossos antepassados.

 



publicado por Carla Ribeiro às 21:49
link do post | comentar | favorito

Domingo, 5 de Maio de 2013
VIANA DO CASTELO

 

 

Situada na foz do rio Lima, entre o mar e as montanhas, a atractiva cidade de Viana do Castelo está imersa em tradição. Historicamente, a cidade foi um ponto de partida crucial durante a Era dos Descobrimentos, quando muitos exploradores portugueses embarcaram para descobrir o mundo ainda desconhecido.


Actualmente, Viana do Castelo possui um próspero porto de pesca, reconhecido pela sua arquitectura avançada com influências manuelinas e renascentistas e um inovador design contemporâneo. No sopé da colina de Santa Luzia, as estreitas ruelas calcetadas são ladeadas por belos palacetes e solares construídos ao longo de séculos. A bela praia do Cabedelo estende-se ao longo do estuário do Lima.

 

Igreja de Santa Lúzia

 

Funicular que a igreja de Santa Lúzia à cidade de Viana

 

Por toda a região do Minho decorrem ao longo do ano diversas festividades religiosas e feiras populares. As festas em Viana do Castelo culminam em meados de Agosto, com a celebração da Romaria de Nossa Senhora da Agonia, que remonta ao século XVIII. Durante três dias, as ruas enchem-se de multidões de pessoas para assistir ao cortejo de carros alegóricos, cabeçudos e coloridos trajes locais, acompanhados por música e comida tradicionais.

 

 

 Romaria de Nossa Senhora da Agonia

Os tradicionais Lenços dos Namorados

 

O navio hospital Gil Eannes

 

Marina de Viana do Castelo

 

 



publicado por Carla Ribeiro às 19:58
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Maio de 2013
VALENÇA DO MINHO

 

Valença do Minho é uma histórica povoação do Norte de Portugal, sede de município, localizada bem na fronteira com Espanha, por ela separada pelo bonito Rio Minho, e bem rodeada de muralhas no alto de uma colina, ostentando o seu longo cariz defensivo.

 



Valença foi de extrema importância no decorrer da Idade Média, no alto do Monte com uma vista privilegiada sobre a linha de fronteira, inúmeras vezes assediada pelo vizinho Espanhol, sendo igualmente local de passagem dos “Caminhos de Santiago”, que numa barca que partia do Cais de Valença, passavam o Rio Minho.


A cidade de Valência é dominada pela fortaleza de duas torres e muralha dupla, dos séculos XVII e XVIII, ao estilo do engenheiro e arquitecto militar francês Vauban, existindo ainda vestígios das muralhas anteriores. Na Fortaleza funciona hoje em dia uma das mais conceituadas Pousadas de Portugal: a pousada de São Teotónio.


Vários monumentos embelezam a vila de Valença, existindo na região várias casas brasonadas, solares minhotos e pequenos palacetes que demonstram o seu cariz de Vila fidalga, de importância económica desde cedo, como é o caso da quatrocentista Casa do Eirado, a Casa do Poço ou a bonita Quinta da Mota.


O fervor religioso está patente nas Igrejas da Misericórdia (século XVI), da Colegiada de Santo Estêvão (século XIII), na Matriz de Santa Maria dos Anjos (século XIII) ou nas Capelas Militar do Bom Jesus (século XVII), na de São Sebastião, na de Nossa Senhora da Saúde e na do Nosso Senhor dos Esquecidos.


Valência reparte-se entre empedradas ruas estreitas que respiram história, onde um existe um afamado e concorrido comércio, nomeadamente de produtos artesanais, com diversas pequenas e típicas lojas de comércio tradicional, destacando-se trabalhos em ouro, linho, cerâmica e vime.

 

Se não conhecem, aconselho uma visita, aproveitem para conhecer o comércio tipico encontramos um pouco de tudo, objetos do antigamente que agora quase não se encontra.

 

 

 

 


tags:

publicado por Carla Ribeiro às 12:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Bora lá! Férias
TIC IV - ISET Carla Ribeiro - 2º Ano 2º Semestre
mais sobre mim
DESEJO
"Férias, faz tão bem à alma, que deveria ser de 3 em 3 meses!" Cristiane S. Effting
PARA MEDITAR
"Viajar é fazer uma jornada para dentro de si mesmo." (Dena Kaye)
posts recentes

ALGARVE

ARMAÇÃO DE PERA

ALBUFEIRA

MACEDO DE CAVALEIROS - Al...

VILA NOVA DE GAIA

O PORTO

PÓVOA DE VARZIM

CAMINHA

VIANA DO CASTELO

VALENÇA DO MINHO

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


subscrever feeds